Categoria: Dicas

Bag Hunter: encontre a bolsa dos seus sonhos

4 agosto, 2016

Esse post é especial para quem está com o $ de sobra e ama bolsas. Sabe aquela Chanel ou Hermès de edições especiais que você sempre quis? O site Bag Hunter tem um serviço especial para encontrar em até dois dias a sua bolsa favorita. Os preços são bem altos, e ele ainda cobra uma taxa pelo serviço. Para poucos (não me incluo nessa! kkk)

Captura de Tela 2016-08-04 às 18.23.07 Captura de Tela 2016-08-04 às 18.23.03 Captura de Tela 2016-08-04 às 18.22.53

 

Espaço Laser: o branding feito de uma forma errada

28 junho, 2016

Aconteceu hoje um caso, que me deu muita vontade de contar aqui. Na verdade, nestes últimos dias, tenho lido e pensado muito sobre o tal branding. O que é isso? É uma espécie de marketing pessoal, mesmo pensado em empresas. Por exemplo; por que a bolsa Chanel é tão requisitada? A marca sempre planejou e entendeu como seria o seu branding: o púlbico, as metas, os objetivos, etc. Vamos falar mais fácil? É ser lembrado por coisas boas, boas experiências. 

Até aí tudo certo, né? Semana passada estava tentando marcar depilação a Laser e faço na Espaço Laser. Eu conheci a empresa em 2010/11 logo naquele boom de promoções (peixe urbano, etc). Foi aí que decidi fazer o teste e gostei muito do resultado. Desde então virei cliente, pagando cada centavo.

Mas certa vez, me pregaram uma ‘peça’: anotaram um horário errado (na unidade do Higienópolis) e me fizeram esperar e depois avisaram que não iriam conseguir me atender. Fiquei bem chateada, mas depois deram um jeito. Resolvi mudar de unidade e ir para alguma menos enrolada.

E olha que absurdo, faz quatro dias que tento falar com a empresa e NADA. Explico: quando liguei, consegui falar e marquei para segunda-feira (seria dali uma semana). Só que tive algumas mudanças e queria mudar e reagendar. Não consegui falar na CENTRAL! Não tinha o telefone da unidade que iria fazer (Eldorado), então não consegui falar.

No domingo à noite, recebi a mensagem para a confirmação: e avisei que não iria comparecer, mas gostaria de reagendar. Fui ignorada. Liguei na segunda-feira uma quatro vezes, para tentar reagendar. Não me atenderam, fiquei quase 8 minutos esperando na linha e nada. Entendam: eu, como consumidora, só queria agendar um HORARIO!

Na terça-feira foi igual, tentei, tentei e nada. Fiquei quase 10 minutos na espera, escutei a mesma música 100 vezes e nada (Espere que você será atendido, dizia a voz do outro lado. Hum, sei!). Foi aí que escrevi um desabafo no instagram: gente, eu só queria marcar um horário, só isso! E recebi um monte de comentário de pessoas que estavam sofrendo a mesma coisa com a mesma empresa. E olha que tentei por todos os lados, até mandei no whatsapp da unidade que tentou me confirmar. Acreditam que fui ignorada? Depois de algumas tentativas, minha única resposta: ligue para o telefone xxxxx. Disse: já tentei e não consigo falar. Seria muito difícil pegar a agenda para ver um horário? Enfim.. depois de ser mais uma vez ignorada, eles apareceram (devem ter visto meu post) com as sugestões de horários. Estou a quatro dias tentando falar lá e olha o problema e stress que tive.

Não dá para entender a estrutura de uma empresa ficar tão ultrapassada que não tem mais ninguém para atender o telefone. E o que o branding tem a ver com isso? O boca a boca, as divulgações, tudo, ajuda uma empresa a crescer ou a cair. A ideia e o serviço do Espaço Laser são muito bons, não posso negar. O problema é o ‘serviço final: depois que os clientes fecham os pacotes, ficam que nem idiotas tentando marcar horários. Como assim? Não dá para entender. O branding errado está aí: eu conto para uma amiga, que conta para outra. Eles vão perder clientes que estão em dúvida e talvez gostariam de conhecer a empresa.

Estou realmente chateada, e espero que eles melhorem. Pensei que será muito melhor fazer esses laser em clinícas de Dermatologia ou Estética. O atendimento ACONTECE, muito mais exclusivo e o preço muitas vezes é o mesmo.

Ainda tenho várias seções para terminar o meu pacote, mas assim que terminar, nunca mais. Já tenho problemas de mais na vida, para arranjar mais um apenas para MARCAR horário 🙁

Captura de Tela 2016-06-28 às 19.23.12

UPDATE: A empresa me ligou e pediu mil desculpas pelo acontecimento. Realmente tiveram um problema na central de atendimento e não conseguiram receber ligações. Disse também que jajá estará disponível o aplicativo para Iphone e Adroid #Oremos!

Dicas e inspirações pra Fondue!

23 junho, 2016

Com esse frio não tem como não pensar naqueles fondues  maravilhosos. Sou muito a favor de fazer em casa, já que sai muito mais barato e gostoso. Recebi uma pauta de um site dando sugestões para fazer fondues.

Você sabia? esse novo jeito de molhar petiscos em cremes de queijo e chocolate surgiu na Suíça.  Fondue, do francês, significa ‘fundir/’derreter’ e desde os primeiros preparos, o fondue era a mistura de queijos derretidos fundidos com vinho, acompanhados de diferentes petiscos, sobretudo, carnes e legumes.

O site Montacasa  deu algumas dicas untamente com a food stylist Priscila Mendes , separou alguns segredinhos para deixar a mesa linda e receber os amigos e familiares.

Captura de Tela 2016-06-22 às 16.57.18 Captura de Tela 2016-06-22 às 16.55.51 Captura de Tela 2016-06-22 às 16.54.13

  • Comprando o aparelho de fondue

O aparelho de fondue é um item essencial para a preparação do prato devido a sua estrutura – feita para deixar o queijo ou chocolates sempre derretidos. É claro que você pode adaptar e usar uma panelinha e uma vela, mas peças destinadas a este fim são mais praticas, além de interferirem, claro, diretamente no sabor da fondue.

A food stylist Priscila Mendes, por exemplo, acredita que investir em uma panela específica é essencial. “Na mesa de fondue, a panela é o centro das atenções. Por isso, vale a pena investir numa panela de qualidade e que mantenha a fondue quente, do início ao fim. Sou fã dos modelos de cerâmica que, além de lindas, cumprem super bem esta função”, conta.

Vale lembrar que um aparelho de fondue, dependendo do tamanho, serve de quatro a seis pessoas.

Na hora de comprar o seu aparelho de fondue, observe: todas as peças possuem, além de uma estrutura diferenciada, garfinhos de cabo extenso que auxiliam na hora de mergulhar os petiscos dentro do molho de queijo ou chocolate e levá-los até o prato. Muitos destes utensílios, inclusive, possuem cores diferentes na ponta justamente para os convidados da mesa não se confundirem e garantirem um garfinho único para si.

 

  • Mesa: com toalhas ou sem?

Uma mesa com toalha tem seu charme, mas se você quer fazer um fondue em casa e com praticidade, lembre-se que as toalhas podem sujar. E é natural que isso aconteça já que os convidados precisam levar os petiscos para o aparelho de fondue e voltar para o prato várias vezes durante a refeição, resultando em muitos respingos.

Uma ideia legal é apostar em pequenas tábuas de madeira individuais que vão dar, inclusive, um climinha mais rústico para a ocasião, além de ficar super bonito.

  • Louças e copos

Escolha boas louças e copos para montar a mesa, afinal de contas, a decoração toda não é feita apenas com o aparelho de fondue no centro e pronto. Como comer a fondue é uma ocasião que exige um pouquinho mais de pompa, nada como tirar aquelas “loucinhas” boas do armário e aquelas taças para um bom vinho. “A primeira coisa é pensar numa forma criativa de arrumar a mesa, e em seguida, pensar na funcionalidade. Além de bonita, deve ser prática, então, como a ideia é braços que se esticam até chegar às panelas e tigelas, sou do princípio que menos é mais”, recomenda Priscila Mendes.

  • Itens coringas

Um coringa de uma mesa de fondue são as cocottes, você já ouviu falar? São aquelas mini panelinhas graciosas feitas exatamente para dar um up na mesa posta e tudo sem esquecer da delicadeza. Coloque nelas vários tipos de molhos e temperinhos, que não tem erro. Só preste atenção para não exagerar, pois os convidados precisam de espaço para se movimentar, alcançar o aparelho de fondue e levar os petiscos até o prato.

Já para a food stylist Priscila Mendes, usar louças vibrantes e guardanapos estampados é uma ideia para fugir do tradicional e deixar tudo mais charmoso.

  • Moedores de sal e pimenta são essenciais

Para trazer mais sabor à mesa, invista em moedores de sal e pimenta na hora de servir a fondue de queijo. Os temperos são essenciais para que os convidados tenham mais autonomia e controlem o sabor dos petiscos de acordo com o gosto pessoal.

Para quem quer trabalhar com consutoria de imagem, um dos melhores cursos que fiz @ Silvana Bianchini

10 junho, 2016

Como sou jornalista focada na área da moda, gosto muito de ampliar a minha visão sobre esse assunto. Vira e mexe, tento fazer um curso novo para aprimorar o que conheço sobre o mundo fashion. Até para poder explicar para vocês, queridas leitoras, os porquês. Os estilos, corpos, me auto conhecer e por aí vai!

Já fiz no instituto Marangoni, na escola São Paulo e desta vez na Silvana Bianchini (@drescodesb).

Semana passada fiz um curso que me deixou realmente feliz com o que aprendi. Por isso, resolvi dar essa dica para vocês. Vamos lá: o curso avançado de coordenação nos ensina a realmente entender qual é o nosso manifesto de estilo. Ou seja, é legal você descobrir isso pois você se descobrirá e ajudará suas clientes a se descobrirem também. O que seria esse tal manifesto de estilo? Nos ajuda a ter uma autoconsciência.  A Identificar suas paixões, estilo de vida, como se comunicar, etc.

E não só isso, aprendemos algumas regrinhas de como melhorar o nosso guada roupa (ou da cliente), quais são as peças essenciais e a regrinha para sempre estar bem vestido.

Abaixo um exemplo do que considero bacana, atual, moderno e feminino:

Captura de Tela 2016-06-10 às 12.55.40 Captura de Tela 2016-06-10 às 12.56.06 Captura de Tela 2016-06-10 às 12.56.19 Captura de Tela 2016-06-10 às 12.56.33

Eu soube que já terá um novo curso exatamente para imagem pessoal:

Unknown

É demais para quem quer trabalhar com esse meio ou se auto conhecer. A Silvana Bianchini é uma das maiores referências para aprender neste meio. Ela tem conteúdo, não é nada fútil ou bobo, sabe? Tudo tem uma explicação. Acho que vale a dica!

Para mais infos: [email protected] ou ela está no instagram @dresscodesb

Minha aposta do momento: loafers!

9 junho, 2016

Só penso em uma coisa: cadê os meus loafers? Isso aí, tô viciada nesse tipo de sapato que deixa os pés muuuuito mais estilosos. E da onde vem esse tal loafer? Ele foi uma recriação do mocassim nos anos 50, e se popularizou nos anos 60 com os bridões da marca italiana Gucci.

Como usar? Amo esses looks com calça skinny e um blazer, mais cool impossivel. As calças podem ser de qualquer cor: jeans, preta, branca, colorida e estampadas. Outro jeito para usar é com saias ou shorts, vejam nas imagens abaixo.

Modelos mais tops: quanto mais masculino, mais bacana! Os meus favoritos são os modelos metalizado (prata), preto, preto e branco ou com franjas.

Onde comprar: Schutz, blue birds shoes, Corello, Asos, Next (Uma loja em Londres, os meus são de lá)

 

Captura de Tela 2016-06-09 às 18.17.47 Captura de Tela 2016-06-09 às 18.17.08 Captura de Tela 2016-06-09 às 18.11.08 Captura de Tela 2016-06-09 às 18.08.58 Captura de Tela 2016-06-09 às 18.08.15

Captura de Tela 2016-06-09 às 18.49.35 Captura de Tela 2016-06-09 às 18.48.28 Captura de Tela 2016-06-09 às 18.48.06

 

Os melhores X Burguers de SP

8 junho, 2016

Vou confessar: Sou viciada em x-burguer, e sim, todos os finais de semana tento ir em alguma hamburgueria aqui em SP. A verdade é que eu tenho ‘épocas’ que sou viciada em algo e desta vez é o xburgão! Hahaha. Por isso tenho ido em várias lanchonetes e experimentado vários tipos. Quer saber minhas opções prediletas aqui em SP?

Bullguer

(Rua Diogo Jácome, 606 – ou Rua Fradique Coutinho, 1136 www.BULLGUER.com)

Um dos meus favoritos aqui em São Paulo. A batatinha frita é de chorar de maravilhosa, lembra muito a do Shake Shack (se quiser identica, peça sem páprica). O Standard e o Stencil são os meus favoritos. O x burguer é menorzinho, ou seja, os homens sempre aguentam mais! hahaha

Lado bom: o x burguer sempre está incrível, o ambiente é super jovem e tem um bom atendimento

Lado Ruim: FILA! Sempre

Captura de Tela 2016-06-08 às 14.47.42

imagem: instagram

Z Deli

( Rua Haddock Lobo 1386 ou Rua Francisco Leitão, 16 )

Hummmm.. Esse também está no meu top top! O x burguer é uma delícia, a carne é mega suculenta. O gosto dele tem um ‘quê’ americano (e olha que o Z deli está melhor dos que eu encontro lá). A batatinha é boa, mas não é dos deuses.

Lado bom: Sempre uma delícia e a matéria prima de qualidade

Lado Ruim: muitas vezes você irá sentar na rua ou comer de pé. Sempre tem muita fila!

Captura de Tela 2016-06-08 às 15.02.38

imagem: instagram

Butcher’s Market

( Bandeira Paulista 164 )

Hum… que delícia de hamburgueria. Ambiente que lembra muito Nova York. Serviço rápido e o x burguer top demais.

Lado bom: lembra muito os x burguers dos Estados Unidos. E tem outras opções muito gostosas além do x burguer.

Lado Ruim: Espera! Hahaha

Captura de Tela 2016-06-08 às 16.35.25

imagem: instagram

 

Esses são os meus favoritos que indico de olhos fechados. E você, tem algum que ama?

Quando eu descobri que a minha Lulu da Pomerânea tem alopecia X (doença que cai os pelos)

30 maio, 2016

Hoje vim fazer um relato pessoal sobre a minha cachorrinha, a Paçoca. Para quem não conhece, ela tem instagram (aqui).

Vamos lá: ganhei a Paçoquinha de Natal dos meus pais há cinco anos, sempre sonhava quem ter um Lulu da Pomerânea, muito antes do sucesso do Boo. Aí foi a minha surpresa, chegou minha querida cachorrinha. Ela nunca teve nada, sempre foi muito saudável. 4 anos depois, postei uma foto que tirei em Avaré, uma leitora avisou que ela estava perdendo os pelos.

IMG_6847

(está vendo que o pelo desta no fim começou a ficar preto, e assim foi caindo, a cada mês 🙁 )

No primeiro momento, não entendi nada da doença (e nem sabia direito o que era). Por me avisarem que tinha chance de ser alopecia X, ou black skin, procurei uma dermatologista para ver o que poderia fazer com a Paçoca. Procurei algumas até chegar à Dra Vaneska Mattos, que me contou mais sobre a doença.

Alopecia X, é X mesmo porque os médicos ainda pesquisam para entender mais da doença, como ela aparece e vai embora. Pelo o que entendi a Paçoca teve Alopecia X genética, muito possivelmente algum irmão ou parente deve ter tido também. Outro motivo, é a tosagem (ou seja, se você tem Lulu Não TOSA DE JEITO NENHUM!) Sabe o boo? É o maior erro!No verão eu tosava, não para ficar igual ao Boo, mas pelo calor ( e pode ter ajudado também nesse problema). Outras raças podem ter, principalmente, as nórdicas como Huskies Siberianos, Chow Chows e, às vezes até, em poodles toy.

O que acontece com o cachorro? Na verdade só os pelos caem mas na cabeça e nas patinhas o pelo continua. Estéticamente é muit ‘chato’, a pele fica preta, só pelinhos caem e ela ficou com alguns ‘tiques’ (como ficar se coçando e lambendo). A parte mais chata é ver que a cada mês que passa ela fica mais peladinha:

(fim de dezembro)

IMG_1244 IMG_1246 Captura de Tela 2016-05-25 às 15.14.35 (como ela está agora MAIO/2015)

Uma coisa leva a outra… Tive que fazer milhões de exames na Paçoca e descobri que ela também está com Hipotireoidismo. Uma das causas que os tratamentos possivelmente não estão funcionando. Agora estamos dando remédio e esperando o resultado.

Como tratar: Existem algumas possibilidades mas nenhuma é certeira. Dá para castrar, mas a Paçoca já era castrada. Tomar melatonina (são biscoitos manipulados) e tratar os pelos (usei um Shampoo especial, também usei uma hidratante e uma remédio para os pelos). Ainda não estou vendo resultado em nenhum, por isso, talvez eu e a Dra Vaneska faremos outra possibilidade: da raspagem, é como se fosse um peeling mais forte.  (como ainda não fizemos, não posso contar o que estou achando).

Enfim, estou fazendo esse relato para vocês não passarem pelo o mesmo que eu: não sabia de nada, fiquei muito assustada e demorei muito para tratar. 🙂

IMG_6631

(ela de roupinha )