Tô de olho: dica de filme para chorar – The Best Of Me

23 julho, 2015

Por Marcinho Niheus

A dica da Semana do Tô de Olho é o filme The best of me. Talvez nem de longe seja o melhor filme de Nicholas Sparks (também autor dos filme Diário de uma paixão e Dear John), mas certamente merece todos os créditos possíveis nos quesitos que o fazem uma obra autêntica do autor.

O que esperar: Beijo molhado? Confere! Romance proibido? Confere! Alguém morre? Pasmem! Confere!

Então, por que assistir? Porque a gente ama se debruçar em lágrimas com essa fórmula batida, se colocando no lugar do mocinho ou da mocinha – aqui você tem permissão pra escolher de acordo com a tragédia que mais lhe caia bem!

A história da vez? Passada em dois tempos, passado e presente, ambos acontecendo paralelamente, o filme mostra o encontro de Dawson e Amanda e o reencontro dos dois 20 anos… Ops! 21 anos depois. Como diria o guapo no filme “Quem está contando mesmo?”.

Dawson vem de uma linhagem mais humilde, mas nem por isso mais honesta, muito pelo contrário. O pai, um verdadeiro fora da lei, que não disfarça o incomodo em ver o filho querendo trilhar um caminho bem diferente do seu. Ainda mais depois de Amanda entrar na vida do filho.

Acreditem, vocês também vão conseguir odiar o pai do rapaz do início ao fim!

Já a bela, de família tradicional e bem sucedida, com um caminho brilhante pela frente, não faz nem um pouco a linha cheia de frescuras e é a prova viva de que uma garota pode sim tomar a iniciativa.

Infelizmente, uma fatalidade acaba separando os dois, já que com o intuito de preservar a amada, Dawson resolve se ausentar de vez. E depois de um longo período, o destino e um velho amigo em comum, através da sua morte, resolvem coloca-los diante um do outro novamente.

Resultado? Aquele que já prevíamos e acreditamos desde sempre. Que o amor sempre prevalece, não importa quanto tempo se passe. Mas como vivenciá-lo agora depois de tantos anos? Ele ainda está só, mas ela vive um casamento, ainda que fracassado, com direito a filho.

São exatamente quase duas horas que te prendem e que fizeram por valer toda a expectativa do filme ficar disponível logo para baixar, já que não consegui assistir nas telonas. Uma ótima pedida pra esse finalzinho de férias de Janeiro, ainda que o calor costumeiro peça uma boa praia e piscina.

Uma nota? 8,5. Já que Querido John e Um Homem de Sorte conseguem ser muito melhores e também já que nenhum filme de paixonite aguda jamais será tão bom quanto O Diário de uma Paixão, também do autor.

O filme já está disponível no Netfilx para quem quiser assistir.


Gostou da dica? Depois conta aqui pra gente e não esquece de dizer qual o seu favorito do Nikolas, ok?

 

Xo,

Marcinho.

Comente no Facebook

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Comentário:Tô de olho: dica de filme para chorar – The Best Of Me

  1. Alice

    É lindo. Chorei horrores…

    • Marcinho Niheus

      Ei Alice, ta bem? Não adianta, né? A fórmula pode ser repetida, mas é certeira pra derramar nem que seja uma lágrima. Hehe Bjo grande! 😀

  2. Makelly

    LOOKS PERFEITOS, AMEI

    • Marcinho Niheus

      Oi Makelly, ta joia? Também amei e eu particularmente sou daquele pensamento de que looks incriveis sempre dão um plus a qualquer produçao. Bjinhos