Minha viagem para o Valle Nevado: roteiro e dicas!

15 setembro, 2015

Para quem se lembra, fui convidada pela assessoria B4T ( querido Osmar) para passar 4 dias no Valle Nevado. Eu, que amo esquiar, fiquei super feliz com o convite. E fique de olho, já que os hotéis e apartamentos ficarão abertos até a última semana de Setembro (se ainda tiver neve, a estação fica aberta durante o mês de Outubro e o acesso a pistas é pela gôndola).

Por que ir para o Valle? Foi uma das viagens que amei fazer esse ano. Para quem gosta de esquiar, é o lugar com mais pistas da América Latina, ao todo são 42 pistas. Mas também é um programa super familiar, vi muitas criançinhas aprendendo a esquiar ( e pais também). Se você for para Santiago, tem um translado (baratex) para conhecer a cidade. A vista das Cordilheiras dos Andes é de chorar de linda, juro! Parece que você vive em outro mundo, outro ritmo. Recomendo ficar até uma semana!

Onde ficamos? O Hotel que nós ficamos foi o Puerta del Sol que é um dos principais da cidade. Os quartos são confortáveis, mas nada luxuosos. A parte bacana é que ao fechar o ‘pacote do hotel’ já está incluso o #skipass, que dá direito as pistas de ski nas montanhas de Valle.

 

Pontos positivos:

  • Tem bastante jovens por lá, sempre bem animado.
  • O hotel é ski-in/ skin – out, ou seja, você sai da porta dele e pode descer a pista.
  • No próprio hotel tem todas as lojas para alugar todos os equipamentos de ski. Sobre os preços: Kit equipamento adulto (esqui+bota+bastão): $48,00 para iniciantes e $ 60,00 mais avançado. Kit equipamento snow (prancha): $32,00 para iniciantes e $ 36,00 mais avançado. Kit equipamento kids (esqui+bota+bastão): $42,00 dia inteiro e $ 33,00 meio dia.
  • Precisa de roupas para skiar? Também tem uma loja que disponibiliza tudo dentro do hotel. O kit ( casaco, calça e luvas) sai em média 42.000 pesos.O hotel tem um super café da manhã com direito a tudo, desde pães, ovos, sucrilhos e até pão de queijo.
  • O Puerta del Sol conta com academia, spa, sala de yoga e alguns bares – entre eles o bar lounge.

O que faltou:

  • único ponto que deixou a desejar foi a internet que só tem no Lobby. Sim! Imaginem ficar sem Wi-fi nos quartos?

Um dos lugares que bombar por lá: o spa! Hahaha Captura de Tela 2015-09-15 às 12.39.30  ( Foto: @ps_bonvoyage)

O que fazer?

  • Depois de um dia de esqui, a melhor opção é experimentar uma massagem do hotel. Eu, estava toda ‘quebrada’, me ajudou a dar um up.
  • Depois do esqui, vale a pena fazer um spa! Vejam na foto acima, é super bombado de jovens.
  • Esquiar muuuuito para quem gosta. Eu aproveitei todos os dias para esquiar e relembrar dos dias de neve.
  • Os bares perto das pistas bombam depois do esqui.
  • No hotel Três Puntas – do lado do Puerta del Sol – bomba a noite com baladas e karaôke. Super divertido!

Sobre as pistas de esqui: Achei realmente muito boas, eu desci mais as vermelhas e pretas. Até as pretas não são impossíveis de descer, ou cheias de pump. A neve estava muito boa. As minhas favoritas? Shake ( via Três Puntas), Tango, Samba, La Momia e Retorno Médio.

Captura de Tela 2015-09-15 às 13.07.12

Restaurantes: Ao todo são 5 restaurantes na região e também tem alguns bares. La Fourchette foi um dos meus favorito, o lugar oferece um buffet com uma boa variedade de alimentos e sobremesa. Perto do hotel Puerta del Sol, tem uma creperia delíciosa. Para quem não quer gastar, tem a opção mais em conta, o mercado com vários lanches e comida rápida!

Dica: Como a montanha é bem alta, as pessoas enjoam durante a viagem ( por causa das curvas do caminho e a altitude). Antes de subir para o Valle, faça um ‘pit stop’ em um mercadinho e compre água e balas de menta ( evitam enjôo – se puder leve remédio também). Outra dica é aproveitar o passeio para conhecer Santiago, nós não tivemos tempo, mas adoraria ter conhecido um pouco mais do Chile.

O que achei? Como vocês podem ver eu amei a viagem: aproveitei, descansei e me diverti. A nossa turma foi super animada, o que faz toda diferença, né? Como eu adoro esquiar, aproveitei o máximo a viagem. A gastronomia de lá não é o forte, mas experimentei muitas coisas gostosas.

Mais informações no site do Valle Nevado.

IMG_3878

Comente no Facebook

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:Minha viagem para o Valle Nevado: roteiro e dicas!

  1. Daiane

    Tenho muita vontade de conhecer, vou anotar as dicas para qdo eu for.
    senhoritadoslacos.blogspot.com
    Bjos