Orlando: dicas de parques (para adultos!)

19 janeiro, 2015

‘Vamos pra Disney no reveillon?’, perguntei ao meu namorado. Foi assim que decidi passar minhas férias em Orlando + Miami nesses últimos tempos. Antes de ir, fiquei com um pouco de medo de achar tudo meio bobo, sabe? Mas não, Orlando ( Disney + Universal + Bushgardens)  é realmente para todas as idades e não é só para crianças, muito pelo contrário, tem muitos brinquedos bacanas que fui e vim indicar. Resolvi fazer um guia dos parques que fui:

 

UNIVERSAL – ISLAND OF ADVENTURE

Dá para fazer em só um dia, se você comprar o fastpass. Eu fiz a ‘besteira’ de comprar para dois dias e em um deles não comprar o fastpass. Para quem não conhece, o fastpass custa cerca de 80 dólares (mas depende muito se é alta temporada ou não) e você quase não pega fila. Fui no meu primeiro dia de Universal no Island of Adventure e não compramos o tal bendido do fastpass. Foi um dia suuuuper cansativo, só com filas (uma hora cada), deixamos de fazer alguns brinquedos por causa das filas. Para quem não sabe, a Universal é dividida por áreas, cada hora você chega em uma:

 

IMG_9906

O que vale fazer:

  • Harry Potter – as montanhas russas são show (para quem não sabe, era aquela duelling dragon mas que foi acoplada na parte do Harry), o simudador é top demais (parece muito que você está realmente em Hogwarts, voando de vassoura);
  • Simulador Homem- aranha (um simulador com carrinho top, que você ajuda o homem-aranha a salvar a cidade de Nova York)
  • Montanha russa Hulk (para quem gosta de montanha russa irá adorar)
  • Elevador Doctor Doom’s Fear Fall ( gostosinho, mas não dá tanto medo)
  • Jurassic Park River Adventure (se você estiver afim de se molhar, vale bastante)

Não gostei muito:

  • Hogwarts Express: o novo trem do Harry Potter que te leva de um parque para o outro (por isso, tem que ter o ingresso válido para os dois parques). Peguei uma fila de 1 hora para pouca emoção, se fosse menos tempo de fila, talvez valeria a pena.
  • Jurassic Park: a maioria dos brinquedos são infantis, bem para crianças.

UNIVERSAL STUDIOS

Esse foi o dia do fastpass, ma maravilha! Saímos do parque felizes e sem tanto cansaço. Se você também comprar, vale a pena fazer todos os brinquedos!

O que vale fazer:

  • Simulador Shrek 4D- legalzinho, mas já está ficando mais velho perto dos outros brinquedos. A história se passa com Shrek e o burrinho tentam resgatar a Fiona.
  • Simulador Minions – fofo demais, vale muito a pena. Você é transformando em um Minion!
  • Simulador Transformers – apesar de não ter assistido ao filme, o brinquedo é super legal e emocionante. Hahaha. Eu sou tão perdida que não sabia quem era do bem e do mal.
  • Simulador Simpsons- muiiiiito legal. Você entra em um carrinho e vai numa montanha russa digital. Super moderno
  • Montanha Russa Rock it- é demais! Fiz até um filminho

Não gostei muito:

  • Disaster – você entra em um estudio para gravar um filme de desastre, tem bastante gente da plateira que participa, mas achei que já ficou velho.
  • Twister – você participa de um simulador de tornado, é bem antigo também, as crianças gostam mais.

EPCOT

Não sei porque mas escolhemos ir no Epcot ao invés do Magic Kingdom! O parque é legal, mas vale ir a pena por causa dos países e não pelos brinquedos. A atração do Epcot são os países, que parecem muuuuito com os repectivos. É tão bacana viajar por alguns segundos por alguns países que já passei, vale muito a pena experimentar as comidinhas de lá. Fica a dica: Não dá para comprar o fastpass antes, é de graça mas tem que reservar antes. Como nós não sabiámos, só tinha horário ‘ruim’. Vale a pena se informar e tentar marcar antes.

O que vale fazer:

  • Uma dica para os maiores de 21 anos: existe um passeio drinking all over the world. Você experimenta as bebidas de todos os países. Final do parque estará todo mundo ‘mais pra lá do que pra cá. Por isso, nesse dia vão de taxi!
  • Outra opção para quem quer tomar uns drinks, e a que eu fiz, é tomar as cervejas dos países. Tem da Alemanha, Marrocos, Mexico, entre outras! O pessu também saiu alegrinho!
  • Soarin: simulador de asa delta. Realmente parece que você está voando, sentindo o vento e até cheiros. A única parte que me incomodou foi que a história não tem uma continuidade, tipo do nada muda a paisagem (da praia pra neve). Então, você perde um pouco do encanto.

Não gostei muito:

  • Simulador da Nasa: é uma simulação de como os astronautas se sentem quando viajam. Realmente, passei mal, sai com dor de cabeça e tonta. Tem uma opção um pouco mais leve, eu iria nela.
  • The land: um barquinho que conta a história da agricultura…Boring! E ainda, o nosso quebrou e ficamos presos por uns 10 minutos no calorzão.
  • Aquario com o Nemo: eu amo aquario, mas achei esse brinquedo muito de criança. No final, você pode visitar outros aquarios. Se estiver sem fila, vale a pena ir.
  • Imagination com Figment: um brinquedo que fala sobre imaginação. Achei bem de criança e antigo.
  • Spaceship Earth, o globo do Epcot: não estava funcinando e como fui em 2005 pela última vez não lembrava.

BUSH GARDENS

(essa montanha-russa é a Sheikra)

Com certeza o parque que mais valeu a pena e mais gostamos. O preço é mais barato comparado com os outros e o fastpass também. Compramos o fastpass (ou melhor o quick pass) que dá direito a uma vez por brinquedo (tem essa opção na Universal também) e pagamos 29 doláres. Esse parque foi realmente feito para quem gosta de montanha russa! É demais! Todo mundo amou o parque e tem outras atrações para quem não ama montanha russa, como o safari (não posso comentar porque eu não fui!). DICA DO ANO: um dos melhores cheeseburguers que comi foi lá, então, vale a pena ir depois do parque no Square1. Juro, é tipo dos deuses! (oi calorias!)

O que vale a pena:

  • Literalmente to-das montanhas-russas, são demais!
  • Minhas favoritas; sheekra ( fica 90 graus do chão, vão na primeira fila #manucorajosa
  • Uma das mais tops é a cheetah, cheia de lupin e curvas deliciosas, que não deixam enjoada.

O que não gostei muito:

  • Única parte que não recomendo é a Gwazi, uma montanha russa de madeira ( treme tudo até dar dor de cabeça). 

Comente no Facebook

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentário:Orlando: dicas de parques (para adultos!)

  1. Carmen

    Olá! Nunca ouvi falar nesse passeio drinking all over the world. Você pode me explicar como ele funciona? Já fui pra Disney algumas vezes e vou voltar agora em março e me interessei pelo passeio… Obrigada! 🙂

    • Manuela Carvalho

      Oi Carmen, tudo bom? Não é um passeio, é uma opção que você tem lá. Outro jeito é beber as bebidas por si só, ou seja, comprando as que te interessa.