Ano novo, vida nova?

4 janeiro, 2017

Todo ano paramos para pensar que temos novas oportunidades e novos recomeços. Eu coloco uma energia bem grande na mudança do ano. Tenho toda uma tradição na passagem, sempre faço as minhas superstições (tipo calcinha nova, comidinhas, pular sete ondas, etc).

Ano novo, vida nova? Amo pensar assim! Sempre traço algumas metas para me ajudar e melhorar em alguns aspectos. Obvio que parar de comprar faz parte das minhas resoluções. Pela primeira vez, tenho me sentido mais livre disso! Sim, estamos nas liquidações e não quis comprar NA-DA! Fui na Zara com um cartão ilimitado (leia-se da mami) e não comprei nada.

Essa ano resolvi começar pelo meu quarto, desapegando do que não me trazia mais felicidade e revendo as minhas coisas. Oba! Achei um biquíni para esse verão que nem lembrava que tinha (acho que fiquei uns bons anos sem usar).

Acredito cada vez mais que devemos falar do consumismo, ou melhor, do consumo consciente. Se apegar em viagens e histórias ao invés de fofocas e roupas.

Outra resolução desse ano é me aceitar mais, não querer agradar tanto os outros. Li uma matéria com dicas de alguém mais velho para quem tem 25 anos e uma delas é se distanciar de quem não te traz energia boa e não querer agradar os outros. Por esse motivo, acabava contando ou querendo contar coisas pessoais, tipo para ver se a pessoa se sentia querida. E depois sempre ficava pensando que não deveria ter falado, mas the New Manu não faz mais isso.

O meu instagram está muito mais parado, talvez por estar naquela crise que contei para vocês. Parece que a minha vida não está tão legal assim para mostrar. Decidi tentar algo mais diferente neste ano, com mais vida real, mais dicas e menos pose!

Bem vindo 2017, estou te esperando com muita energia positiva! 🙂captura-de-tela-2017-01-04-as-14-53-16

Comente no Facebook

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:Ano novo, vida nova?

  1. Lu

    Muito legal da sua parte. Precisamos de mais pessoas pensando assim! Bj!