Quando as marcas do Brás estão mais legais que muitas grifes de SP…

17 julho, 2015

É engraçado como as coisas são e como as pessoas pensam… Não é porque eu tenho um blog de moda que eu não posso usar roupas mais baratas, como por exemplo as do Brás ou José Paulino. Por que estou fazendo essa reflexão? Ontem postei um look com uma camiseta que ganhei da minha tia de uma marca de lá chamada Talita Kume e achei muito engraçada a repercusão que teve.

Captura de Tela 2015-07-16 às 11.51.42

Bom… Vamos lá: Não é porque é barata que a roupa é feia ou cafona, até porque tenho achado as marcas do Brás muuuuuito mais legais que muitas grifes que vemos por São Paulo. Já faz algum tempo que não ‘me pego’ desejando por alguma peca dessas marcas. O brasileiro é engracado, né? Fala em H&M, Foverer 21 e outras… é super bacana. Agora, do Brás, da Zé Paulinho… Nossa, para, você usa isso? Cheguei a receber alguns comentários no meu snapchat do tipo: Nossa, mas se você usa Chanel por que usar Zé Pa?

Quêêê? Obvio que eu vou usar! E falando no tal famoso Hi Lo, é exatamente isso. Você misturar roupas bacanas de grife com outras mais em conta, mais fast fashion. E olha, outro dia dei uma passeada pelo Brás e encontrei muitas coisas bacanas. É lógico que tem peças para todos os gostos, ou seja, aquelas cafonas também estão por lá. Mas tem muitas que estão se sobressaindo e deixando essas caras para trás.

Em tempos de crise, não vou gastar em uma blusa 500 reais se eu posso pagar 100. E sem contar que MUITAS (leia-se muitas mesmo) marcas compram por lá e revendem com a etiqueta deles. O que gosto de comprar lá? Vestidos, casacos e blusinhas/batinhas. Se quiser ir, vá durante a semana (que é mais tranquilo) e com vontade de procurar. Lembrando que tem muitas lojas que tem ‘a compra mínima’ ou pede o CNPJ.

Uma das que uso e gosto é essa tal Talita Kume, e não estou recebendo nada para falar deles, tá? O site está aqui!

Voltando as marcas de SP: os preços estão cada vez mais abusivos. Ás vezes, fico parada, do tipo chocada: COMO ESSA SAIA PODE CUSTAR 1200 reais? Porrãn é quase o meu salário ( kkk #Dramas). Para comprar presentes bacanas ficou impossível, ou você gasta 500 reais, ou não consegue comprar nada. Sem contar que falta estilo nas roupas, vocês não acham? Vejo algumas marcas do Nordeste ou de minas Gerais e fico impressionada com as coisas. Desejando perdidamente. Ao ser questionada qual marca eu gostaria de ganhar nos meus três últimos aniversários, eu fiquei sem saber o que falar. Está tudo muito igual, sem identidade.

Outra coisa engraçada que me ocorreu foi: eu conheci a marca Vizzano há algum tempo. Realmente me apaixonei pela marca e indico para muita gente. Nunca vi tanto conforto no sapato e o preço é realmente bom. Comparando, então, com os que são oferecidos em São Paulo, vale muito a pena. Quando postei as minhas compras de lá, recebi outro comentário: Nossa, você usa Vizzano? Como assim?

Como assim, o que? A marca é bacana, com preço bom… Por que não usaria? Uso desde Valentino, Louboutin á Vizzano! Tem algo mais versátil que isso? As pessoas que se prendem nos preconceitos só ficam para atrás.

Comente no Facebook

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

23 Comentário:Quando as marcas do Brás estão mais legais que muitas grifes de SP…

  1. mariana

    Trabalhei no Brás e Bom Retiro e por várias vezes algumas marcas procurava a loja para confeccionar para elas,
    quando não comprava peças já confeccionadas e,trocava-se apenas as etiquetas.

  2. patricia

    Primeira vez que entro no seu blog. me chamou atençao no site moda-it. Foi o melhor texto and o mais sincero, coerente que ja li nos ultimos tempos. Moda é isso, vc usar o que quer, e pagar o quanto pode. A moda é bacana por isso, todas as pessoas conseguem e podem se vestir de forma legal. parabens pelo texto! isso é a realidade.

  3. Nany Benini

    Perfeito, concordo com cada palavra que você disse, parabéns pela iniciativa!

  4. Priscila Bueno

    Manuela você está de parabéns pelo post. É muito admirável ver que ainda esxistem pessoas realistas no mundo fashion. Eu tenho duas lojas de roupa no interior de SP e um dos meus fornecedores é a Talita Kume. Você acredita que eu tenho cliente que gasta horrores nessa marca, mas se souber que é do Bom Retiro/Braz nunca mais compra, mesmo amando as peças? E eu não estou falando de meia dúzia não. São muitas! Isso pra mim, com todo respeito, é ser hipócrita. Mais uma vez parabéns.

  5. Rayane

    Concordo plenamente, Manu! Por isso te admiro e te sigo! Beijos!

  6. priscilla barreto

    Manu,
    Um dos textos mais bacanas e coerentes que li na blogosfera últimamente meus parabéns! Acho que a moda é isso, saber mesclar, ter criatividade e usar desde Chanel a H&M a uma boa batinha “Zepa” porque não? E com crise ou sem, não acho justo 500 reais numa blusa ou “mil dilmas” em uma saia. Vale é ficar esperta, saber comprar ter paciência e “bom olhar fashion”.
    Alias, navego muito em blogs gringos e até vejo por algumas amigas de lá de fora, elas são super adeptas ao hi-low sem medo de ser feliz (lógico em sua maioria) sabem valorizar o din din do final do mês.
    Peça grifada é bom e a gente gosta mas moda é muito mais!

    Arrasou!
    Bjs
    Pri

  7. Larissa Gallo

    Manu, qdo leio seus textos reforça sempre o pq vc esta no meu top 5 de bloggers

    Tenho uma loja no interior de Minas e viajo 1 vez por mês a SP (fico 8hrs em um ônibus p ir e mais 8 p voltar), ralo mto, ando por mais de 12 horas direto e amooooooo o Brás , Mega Polo e Bom Retiro!
    Ñ há lugar melhor p roupas de revenda, coisas lindas, de qualidade e super antenadas (sabendo aonde ir vc acha tranqüilamente!) mas enfrento um problema relativamente sério, bem próximo do seu relato acima. Minhas clientes tem uma forte resistência ao saber q a roupa vem de SP por logo fazer referência a freirinha , ou a coisas q são cafonas, mto baratas, ruins e etc…
    Isso é péssimo, pq comprar de representantes marcas mais conhecidas esta cada vez mais difícil e inviável devido aos impostos, mínimos exigidos p compras, freqüência exigida q nem sempre vai de acordo c o dead line q precisamos, sabe?
    Acho q as pessoas tem q dismistificar essas questões p assim poderem aproveitar de forma mais viável e realista a moda e o q ela tem p oferecer.
    Roupas tem q deixar de ter nomes e etiquetas p se tornar mais estilo, qualidade e claro bom senso de consumo !
    Beijo p vc e parabéns pela iniciativa!!!

  8. Kate

    Oi Manu,

    Concordo plenamente com vc……não é porque uma pessoa só usa grifes que pode ser considerada bem vestida….eu conheço uma pessoa cafonerrima que só usa peças caras. É falta de informação de moda…….vc pode ser super bem vestida gastando pouco, basta ficar atenta à quanlidade das peças – se tem bom caimento, se o tecido é bom. E mesclar o hi-lo é mais do que atual é chique.

    Bjs

    Kate

  9. Gih

    Eu uso roupas da José Paulino, poucas por falta de tempo de ir até lá, inclusive tenho algumas peças da Talita Kume que você citou.
    Mas pra te falar bem a verdade eu vejo o inverso do que você disse, eu vejo as roupas do Bom Retiro custando R$300 e fico chocada porque com esses mesmos R$300 eu vou na Farm e compro um vestido que eu sei que por trás teve um preparo melhor (leia-se pesquisa de tendência, estampa exclusiva, gasto com mkt, aluguel em shopping e afins..) e falo isso porque eu trabalho fazendo estampas e a maioria das lojas que nós procuram são do Bom Retiro e como eles chegam? Com fotos e mais fotos de grandes grifes e pedem a estampa IDÊNTICA (não pode ser parecida, tem que ser igual) para fazer exatamente o mesmo modelo da foto e vender, a maioria nem estilista tem.. só a filha da dona que viaja e vê o que gosta e tira foto ou compra a peça pra copiar.
    Então como essa roupa pode ter o mesmo preço de uma roupa de marca? Acho bem desproporcional, fora as inúmeras roupas que eu vejo igualzinha no Aliexpress (Esse sim eu uso bastante e ainda dou o link de onde comprei).
    Essa é a minha opinião, não que as roupas não sejam bonitas.. afinal estão copiando grifes caras, mas ainda prefiro dar valor a marcas que procuram ter sua singularidade e que valorizam o trabalho dos designers.
    Kisses

  10. Mani

    Manu, acho que você está corretíssima!!
    As pessoas desenvolvem um preconceito em comprar marcas mais acessíveis financeiramente e acabam perdendo peças incríveis, na verdade!

    Adorei o Post e adorei também a sugestão da Talita Kume… peças lindas!

    Beijos,
    Mani Piñeiro

  11. Ariane Canovas

    Manu ameeei o post.
    Os preços de roupas estão fora da realidade no Brasil, com a moda rápida como está chega ser até burrice gastar uma fortuna em roupas por aí. Até porque está cada dia mais difícil achar aquelas peças “pra vida toda” né?
    O legal mesmo é balancear e usar acessorios (esses sim ainda são pra vida) mais poderosos para deixar o look mais phyno! Sou super adepta disso!!
    Você falou tuuuuuudo

    Beijo =*

  12. Sonhado Casamento

    Verdade, as marcas hoje estão muito umas iguais as outras, sem ter realmente um algo mais, só porque uma roupa é mais em conta não significa que tenha um estolo legal.
    É cada uma que a gente vê. Beijos

  13. Mariana Afonso

    A Talita Kume tem ótimos preços, roupas atuais e é muito bem feito e com tecidos realmente bons. Amei seu post. É bom ver que nem tudo está perdido e algumas pessoas ainda pensam como eu !!
    Blog | Facebook

  14. Talita Kume

    Olá Manu! Tudo bem?
    Ficamos muito felizes com o seu post, obrigada! 🙂

    Equipe TK

  15. Carol

    Nunca comento em nada, mas fiquei com vontade de desabafar dessa vez também hahaha. Sou rica, tipo milionária mesmo, e acho simplesmente um absurdo o que as marcas estão cobrando por aí ( como você falou $500 uma blusinha, mil uma saia etc). Me visto super bem – vários elogios kkk – e faço questão de não comprar esse tipo de roupa, para não alimentar esse absurdo. Eu uso desde Zepa, Brás, até peças mais caras. Mas cada vez mais ando me divertindo mais nos baratas 😉 Alias, corrigindo… Baratas não, mas com um preço justo. Bjos

  16. fernanda

    Achadinhos importados, tipo Primarck, fazem a alegria das brasileiras. E dos achadinhos no Brasil, têm vergonha de contar.
    Descobri uma marca mara, dá pra garimpar muita coisa, pode provar e é muito, muito barata. Procurem no Facebook, meninas! Chama Caedu. 🙂

  17. Marko Carneiro

    O Manuela li seu post e achei super interessante seu posicionamento. Gostaria de dizer que concordo plenamente com você. Acho suuuper ok adquirir marcas mais em conta e dar valor aquelas que procuram desenvolver sua própria identidade. Sou Designer de moda e estamparia e vejo muito marca dita “badalada”que simplesmente não consegue sair da cola de outras marcas do exterior. Cópias descaradas e ainda caras pra caramba. Sem identidade nenhuma e ainda quase o preço original da PEÇA ORIGINAL. Um absurdo. Em contra partida desenvolvo para muitas marcas que fazem questão de ficar fora dessa moda ctrl C ctrl V (La Voga Zeen, Eva Bella entre outras). Exemplos como o seu ajudam a diminuir a necessidade da cópia pela cópia que é e sempre foi UÓ.

  18. Miriam Ferreira

    Post sensacional, parabéns…..Trabalho no Bom Retiro, e muitos dos nossos clientes, compram nossa marca e vendem e vendem com a marca deles.

  19. Adriana Ricardi

    Fora que algumas marcas de sucesso , muitas vezes são confeccionadas no Bras e na ZePa ,,, trocando-se apenas a etiqueta ,,,, Voce faz a sua moda e seu estilo independente do preço que paga . Parabéns pelo post e pela sinceridade o que mostra o quão gente boa você e , fazendo com que todos saibam quem podem se vestir bem , independente da condição social !

  20. leticia

    apesar de ouvir vc na jovem pan entrei hoje para visitar seu blog e gostei muito porque é isto que estou fazendo,combinando roupas e acessorios de varios preços e marcas com coerencia,e acho que é uma boa receita para os tempos de crise que estamos vivenciando,obrigada gostei de todas as dicas.

  21. Ju Rolim

    Falou tudo amigaaaaa!!!!!!!
    Parabéns pela coragem (pois no “meio” que vc vive é preciso coragem mesmo para ter opinião diferente das outras) e pelo bom gosto!
    Arrasou!!!! ?????